A Grande Aposta, um bom e difícil filme

Você conhece algo de Wall Street?

Você já ouviu falar na bolha imobiliária?

Você acredita em teorias econômicas?

Caso sua resposta seja sim para as três perguntas, ainda é pouco para gostar de A Grande Aposta.

Você precisará também gostar de economia. Da macro-economia, precisamente. Não falo dessa economia tão difícil e essencial para nossas vidas, a matemática financeira do dia-a-dia. Da inflação que deixa o mês mais comprido e o salário menor. Ou dos juros exorbitantes e fraudulentos que os bancos – apoiados por nossos governos, todos eles – cobram.

Então, se você tem os três sim, gosta e entende um pouquinho que seja de economia, veja A Grande Aposta.

É imperdível.

Mas se você não se encaixa nos quesitos acima, passe longe. 

Você odiará. Será lixo.

Crise

Isso tudo porque apesar de ser um filme muito bem feito e bastante inovador, com um elenco de primeiríssima linha, ter arranjos e técnicas muito interessantes, ele será apenas um filme daqueles que as pessoas sequer veem até o final , caso o espectador não se identifique com o tema.

Além de não ser uma obra fácil de ser “consumida”, é bastante técnica e rápida. Ela exige de quem está do lado de cá.

Elenco de primeira

Ryab Gosling, de Amor a toda Prova, Chirstian Bale, de Batman e Trapaça, Steve Carel, de Café Sociaty e Brad Pitt, de Bastardos Inglório, dão uma riqueza inimaginável ao filme. Todos estão simplesmente espetaculares. Que timaço.

A história verídica ocorreu poucos anos atrás e mostra os acontecimentos que antecederam e geraram a crise na economia mundial em 2008, causando milhões de desempregados praticamente em todo o planeta, chegando a quebrar nações inteiras, como Grécia e Islândia.

Mostra de maneira impactante o quanto foram desonestos os grandes bancos e o quão cúmplice foi toda a cadeia, incluindo as famosas agências de riscos e corretoras, tudo sobre o olhar negligente do governo americano.

Não quero cometer spoiler, por isso paro por aqui.

Mas, recomendo veementemente para quem se enquadra no perfil especulado acima.

Está no Netflix.

Quer ajudar o Partiu Cinema?