Doutor Estranho

Além de uma história muito bem elaborada e rica, têm outras duas coisas que devem ser observadas com atenção em Doutor Estranho: o elenco e os efeitos especiais.

Começamos com os efeitos: são simplesmente fantásticos. Muito bem feitos e, acreditem, apesar de apelativos, constantes e um passeio por uma imaginação extremamente fértil, nenhum deles é desnecessário. Não só ajudam a história ser contada, mas também fazem parte dela de maneira absoluta. Isso é importante. Já vi muito filme badalado ter efeitos simplesmente por ter. Sem função alguma, sem nenhum propósito. Não é o que acontece em Doutor Estranho. Nele os efeitos são importantes como os diálogos ou o argumento.

Resultado de imagem para Rachel McAdams

Rachel McAdams

Bom time com um desfalque

O elenco tem o ótimo Benedict Cumberbatch, de O Jogo da Imitação, no papel principal. Se saiu muito bem. Suas atuações normalmente são sóbrias, o que ajudou para compor o personagem que não deve ter sido nada fácil. Tilda Swinton, de O Expresso do Amanhã, faz um personagem esquisito, mas também não decepciona. O dinamarquês Mads Mikkelsen, de O Amante da Rainha e Conquistas Perigosas, a meu ver um dos melhores atores da atualidade, faz magistralmente o papel do vilão. Sua atuação é memorável mesmo num personagem limitado, daqueles que não dão muito espaço para criar. A maquiagem também ajudou. (Mais um mérito para o longa). E, por fim, além da bela Rachel McAdams, tem Chiwetel Ejiofor, do horroroso Os Últimos da Terra,  em um desempenho também horroroso. Destoa do restante. Não gosto de ser rude, mas este ator, que também fez o ótimo Doze Anos de Escravidão, é um profissional de segunda linha. Ele é apático, previsível, forçado.

Mas, mesmo com esse ponto negativo, Doutor Estranho vale a pena. 

Para fãs de filmes de aventura com muita ação é imperdível. Para admiradores de cinema de ponta, de obras bem feitas o suficiente até que seja perceptível a atenção dispensada aos mínimos detalhes, é imperdível.

Vejam. Vale a pena. 

Está no Telecine.

Quer ajudar o Partiu Cinema?