X-Men: Apocalipse

Talvez seja uma injustiça começar falando sobre os efeitos especiais de X-Men: apocalipse, mas é exatamente isso que farei.

Oscar garantido, sem dúvida (basta ser indicado, o que é outro papo porquê, infelizmente, entra política e grana no meio). Além de muitos, literalmente do começo ao fim do filme, são extremamente bem feitos. Alguns se sobressaem à própria história. Quem gosta entende o que falo: deixa-se de lado o que está acontecendo para curtir os efeitos de tão extraordinários que são.

Só eles já valem os quase 140 minutos do longa. Mas tem mais: é um bom filme.

Relaxe

Ressalto duas premissas para ver e gostar bastante. A primeira, claro, é simpatizar com esse tipo de ficção/aventura. Nem sempre heróis e suas estrepolias são bem vindas. Melhor nossa licença poética estar ligada no “muito liberal”.

Deve-se somente sentar e curtir. Não compare em nenhum momento com a “vida real”, até porque não é. Trata-se de uma fantasia e jamais deve-se confundir com o que conhecemos do dia-a-dia. 

A verossimilhança é interna e boa. E sob este aspecto observo a segunda premissa: ter visto os outros filmes da franquia ou, no mínimo, conhecer os mutantes e sua história.

O longa é “quase” autoexplicativo. Mas é um quase. E esse pouquinho pode fazer uma diferença substancial.

Claro que se você nunca viu nada, mas gostar de filmes do gênero, vai achar legal. Mas se você conhecer a história dos X-Men, gostará muito mais.

Jennifer

A azul Mística, Jennifer Lawrence  – de Joy e Jogos Vorazes – está ótima. E linda, como sempre. O Magneto, Michael Fassbender, de Prometheus, também. O restante do elenco não compromete. São todos, sem dúvida, atores de alto nível. Mas a dupla aí acima é que chama a atenção.

O filme é preparado e conduzido para ter sequência. E certamente terá. Isso incomoda um pouco, mas não chega a atrapalhar.

Outro detalhe ruim é o velho e bom Volverine, que tem uma participação pífia e desnecessária na história. Assim como entra, sai e desaparece. Literalmente.

Enfim, fãs de efeitos especiais e fãs dos mutantes: vejam.

Está no Telecine pago, em oferta.

Quer ajudar o Partiu Cinema?